Crédito das fotos: Karen R. Igari

Crédito das fotos: Karen R. Igari

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

"Duas gerações"

Elas não moram na mesma cidade, não são parentes e, nem ao menos, se conhecem, mas estão aqui na mesma história e você já vai saber por quê.
O cenário é a praia, o quintal da casa da menina é onde ela corre, brinca descalça e descobre os prazeres de estar bem no começo da vida.
Caminhar na praia, ver o mar, é pra dona Julita um novo prazer. Nasceu no sertão do nordeste, mora em São Paulo há 48 anos, nunca tinha vindo a Santos.
Mariana vai para o terceiro ano da escola, é muito esperta, acha que já sabe tudo. Dona Julita aprende a fazer novos amigos, como nos tempos do colégio.
Uma, já quis ser médica, dentista, astronauta. A outra viveu para o marido e o filho, e só agora na terceira idade se sente finalmente livre para satisfazer as próprias vontades.
A menina espera ganhar muitos jogos no natal. E quer como toda criança, conhecer os parques da Disney. Julita se apaixonou pelo mar, pensa em comprar uma casinha na praia e, quem sabe, acompanhar o grupo de amigos na próxima excursão para Porto Seguro.
Em 2014, Mariana vai fazer 8 anos, dona Julita, 80. Mas, não se prenda as aparências. Esqueça as idades e você vai enxergar o que as uniu nessa história.
Foi só uma palavra que faz toda a diferença, uma palavra chamada "sonho".
É por causa do sonho que uma mulher de quase oitenta anos pode dizer a mesma frase que esperaríamos ouvir da menina de oito.
A vida nos amadurece, porém, os anos não envelhecem um coração que sonha. O sonho que alimenta a vida aos oito ou aos oitenta é o sonho que nos move em qualquer tempo!


(Rosana Valle - TV Tribuna, da série: "Um lugar, uma história")

Foto particular - KRI: foto tirada em Itu
Foto tirada em Itu, em 01/2016.