Crédito das fotos: Karen R. Igari

Crédito das fotos: Karen R. Igari

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

"Permita-se!"

Permita-se andar pela rua no dia de chuva e chutar as poças d'água, andar pela areia da praia com os pés descalços, deitar na relva ainda úmida na manhã que se apresenta, contemplando a natureza. Permita-se rir de si mesmo, diante do espelho, contar uma piada sem graça que só você ri, falar do tempo com bom humor, contar estrelas em noite enluarada, perder a conta e recomeçar várias vezes... Permita-se errar e admitir o erro sem culpa, permita-se ser seu próprio advogado, já que você defende tanta gente, ame-se! Permita-se ser mais amigo que pai e pai na hora que o filho pede um conselho. Permita-se ser menos que "supermãe", ser simplesmente acolhedora, colo de mãe não tem igual. Permita-se ser amado, roubar um beijo, um abraço demorado, andar de mãos dadas pela praça, comer pipoca em um saquinho único, beber refrigerante com dois canudinhos, coisas bobas dos apaixonados, guardar papeizinhos, bobeira deliciosa... Permita-se chorar de vez em quando, desopilar a alma, emocionar-se, permita o arrepio dos pelos, e, no contato com Deus, permita o toque do Divino e crer na força da transformação que existe em você. Permita-se hoje viver o amanhã, sem se preocupar com o que foi, pois, assim é você, pessoa maravilhosa, que tudo pode dentro das suas limitações e para quem já aprendeu sonhar, qual é o limite da própria vida? Permita a invasão da alegria, seja feliz, ainda que a noite não pareça ter fim, o dia vai chegar e quer te encontrar sorrindo!

(Paulo Roberto Gaefke)

Foto tirada no zoo, de SP
Foto tirada no zoo, de São Paulo, em 11/2014.