Crédito das fotos: Karen R. Igari

Crédito das fotos: Karen R. Igari

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Eu nunca consegui me entregar aos poucos"

Eu nunca consegui me entregar aos poucos. Nunca consegui me doar em partes. Sempre foi tudo de uma vez com direito a intensidade e exagero no último grau de juízo. Não adianta colocar empecilhos ou inventar moda. Eu sinto, mergulho e pronto. Coleciono cicatrizes, mas não passo vontade de ser feliz, sabe? Eu tenho uma leve disposição a dar vida ao meu coração e quando ele resolve (trans) bordar me permito sem pensar nas consequências. Não faço do medo uma muleta para sabotar as vontades repentinas que roubam a razão. Eu vou de um extremo ao outro em dois segundos. Não adianta. Controlar o que é feito para extravasar nunca dá certo. Amar pela metade é desperdício de mãos tremendo e borboletas no estômago. Viver pela metade é calar os instantes de felicidade que nos transformam. Metade nunca proporciona o prazer inteiro.

(Marcely Pieroni Gastaldi)

Foto tirada em Caraguatatuba
Foto tirada em Caraguatatuba, em 01/2014.