Crédito das fotos: Karen R. Igari

Crédito das fotos: Karen R. Igari

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

"Por que rir faz bem?!"

"Dar boas gargalhadas em meio a situações difíceis ou que causem dor pode reduzir o desconforto. A explicação tem fundo científico, deixando de ser crendice popular: a cada sorriso, o cérebro é induzido a produzir e liberar betaendorfina e serotonina, neurotransmissores relacionados às sensações de prazer e bem-estar, além de serem potentes analgésicos naturais.
 "Essas substâncias pertencem ao grupo dos opioides, tais como a morfina. O riso também favorece a liberação de dopamina, a qual eleva o estado de ânimo. Além disso, durante a risada, há redução da liberação de substâncias relacionadas ao estresse, tais como o hormônio cortisol e a adrenalina", explica o neurologista especialista em Neurocirurgia da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, Francinaldo Gomes.
 Segundo o médico de família e diretor de comunicação da Sociedade de Medicina de Família e Comunidade, Ademir Lopes Júnior, alguns estudos científicos sugerem que o riso traz outros benefícios para a saúde, como proteção contra o câncer e doenças cardiovasculares, além de estar relacionado à longevidade."


(Sandhra Cabral - trecho de "Rir é o melhor remédio", em: Revista Supervarejo, agosto 2014)

Foto tirada em Caraguatatuba
Foto tirada em Caraguatatuba, em 01/2014.